Mises Brasil Instituto Ludwig von Mises Brasil
http://www.mises.org.br


Trapezistas sem rede - assim é o sistema financeiro mundial atual
por Fernando Ulrich, segunda-feira, 18 de julho de 2016

Se pudéssemos resumir em apenas uma frase o grande problema do sistema financeiro mundial atual (e consequentemente da economia mundial), seria este:

A má precificação de risco generalizada. The wide-reaching mispricing of risk.

A causa? Exatamente, as medidas extraordinárias dos Bancos Centrais dos países desenvolvidos, que estão mascarando deliberadamente o risco subjacente.

Por isso, governos endividados até as orelhas conseguem se financiar ao menor custo de toda a história.

Por isso, AB Inbev consegue comprar concorrentes alavancando-se com uma montanha de dívida a um custo irrisório.

Por isso, os bancos italianos estão à beira do precipício repletos de créditos podres.

Por isso, os americanos conseguem hipotecas com juros ainda menores do que do pico da bolha imobiliária dos anos 2000.

A má precificação do risco é como aquela rede de segurança dos trapezistas: enquanto a rede está lá embaixo, todos treinam de forma muito mais audaciosa; mas quando o show é para valer, ele têm de ser muito mais prudentes. Não há rede lá embaixo.

A política dos Bancos Centrais consiste em sinalizar ao mercado que a rede está lá embaixo, e ela é forte, capaz de segurar todo mundo. Mas a verdade é que a rede não passa de uma ilusão.